Resenha: Ninfeias Negras - Editora Arqueiro


Ninfeias Negras foi um dos lançamentos desse primeiro trimestre de 2017 da Editora Arqueiro, e eu como fã de thrillers e suspenses policiais estava ansiosa por essa leitura. Michel Bussi, autor desse livro já teve outra história sua publicada no Brasil, O Voo da Libélula, e eu só soube disso depois que li Ninfeias.

Vocês sabem que sou muito fã do Harlan Coben né? E que adoro livros que trazem um enredo repleto de dúvidas, mas ao mesmo tempo rápido e objetivo. Ninfeias Negras foi decepcionante, pra mim, e eu vou tentar dizer o porquê.

O autor começa a história te instigando a descobrir mais sobre ela, assim que começa a leitura ele já te apresenta 3 personagens, fala sobre elas e diz que elas tem algo em comum. Parando pra pensar agora, ele entrega tudo de mão beijada, pra te induzir a seguir o caminho que ele quer. 

"As três tampouco tinham a mesma idade. De modo algum. A primeira mais de 80 anos e era viúva. Ou quase. A segunda tinha 36 e nunca havia traído o marido. Ainda. A terceira estava prestes a completar 11 anos e todos os meninos de sua escola queriam ser seu namorado.
A primeira só usava preto, a segunda se maquiava para o amante, a terceira enfeitava os cabelos para que voassem ao vento."


A história se passa em Giverny uma espécie de vilarejo-comunidade da França e todo o enredo gira em torno do pintor impressionista Claude Monet, é um ambiente bem diferente pra quem não é do ramo e eu apresento aí, uma dificuldade que senti, não compreendia bem o contexto histórico a respeito disso.

"É por causa desse assassinato. Ninguém fala em outra coisa no vilarejo desde hoje de manhã! A polícia não sai das ruas. Como se houvesse algum perigo para nós também..."

Um homem é encontrado morto em um regato (espécie de riacho) com uma ferida no coração, o crânio rachado e a cabeça submersa na água. O inspetor Laurenç Sérénac e o assistente Sylvio Bénavides comandam toda a investigação a procura da motivação para esse assassinato.

O livro alterna capítulos entre a idosa narrando na primeira pessoa e terceira pessoa, quando ela não está presente. Mas o tempo todo temos as três mulheres e isso faz o leitor pensar em que momento elas vão se cruzar, quando que vamos ver elas presenciando o mesmo lugar, será mãe e filha? parentes? amigas? O que elas tem a ver com essa morte?

"Tenho um sentimento estranho. Entre a raiva, ainda, e a liberdade.
 E a dúvida.
 O que fazer agora?
 Ir contar tudo à polícia ou continuar bancando o ratinho preto pelas ruelas de Giverny?"

Cada uma tem um desenrolar distinto dentro do enredo e somente no penúltimo capítulo somos apresentados a verdadeira história. E é nesse final que o autor pegou muita gente, que impressionou muitos leitores e que adquiriu muitos fãs. Mas, não eu.

Depois que cheguei ao final, tive que parabenizar o autor pois ele criou uma história diferente, somos levados a descobrir uma coisa e no final... não era nada disso. E eu achei isso sensacional, mas a leitura pra mim foi tão arrastada, as coisas não se desenvolviam de uma forma que eu conseguisse me prender ao livro.

"Uma vida nada mais é do que duas ou três oportunidades a não deixar passar, sabe? Uma vida se resume a isso, minha linda! Nada mais."

Tive vários problemas em ter que voltar pra saber quem era o que, pela dificuldade dos nomes dos personagens (Laurenç Sérénac e Sylvio Bénavides), o enredo todo fala muito sobre arte, pintura e esse contexto que eu não entendo nada, e algumas coisas não são bem explicadas. Não consegui me ambientar na história.

Pra falar a verdade eu só terminei a leitura porque vi muitos comentários positivos e eu precisava saber o motivo. Por que só eu não estava gostando? 


"Quem poderia ter imaginado que eu fosse virar isso: uma megera que passa a vida atrás de vidraças cinzentas, espionando vizinhos, desconhecidos, turistas?"

Infelizmente, Michel Bussi não é pra mim, eu gosto de livros que te deixam sem dormir e ele não foi um desses, sério. Não foi. Mas, como eu sempre digo, isso é apenas a MINHA opinião, o que quer dizer que não é a verdade do universo.


Se você leu essa história deixa seu comentário, eu realmente preciso conversar sobre ele!
Livro cedido em parceria com a editora e ela está ciente que só falamos opiniões sinceras e não somos influenciados só porque recebemos o livro. 
Seja bom ou ruim, nosso compromisso é com você leitor, que merece saber a verdade sobre o que sentimos lendo.

25 comentários

  1. Miga esse livro é mt complexo pra mim tbm, embora tenha uma edicao linda senti q n é pra mim tbm kkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkk não foi fácil miga, mas muita gente amou!

      Excluir
  2. Primeiro que eu tava lendo o nome desse livro como "Ninfetas" e não "Ninfeias", achei bem errado isso. Mas, apesar de eu ter gostado do enredo, eu não sou muito boa com esse gênero. Sempre que eu pego um livro desse tipo pra ler, eu me decepciono. Acho que não é pra mim mesmo - ainda mais agora que eu sei que você não gostou tanto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uhauhaha olha eu também sempre me referia a ele como ninfetas SOS
      Mulher, lê o tio Harlan <3

      Excluir
  3. Baixei ele porque tbm vi muitas pessoas dizendo que curtiu, mas já vi que vou dá aquela travada.

    Aconteceu o mesmo com Mentirosos, a autora era tão detalhista, cheia de firulas que me deixava sem paciência, mas terminei e o final foi incrível.

    Bom mas lerei por motivos de curiosidade :D

    http://rascunhosehistorias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Haha quando ler, vem falar comigo tá? Ah, eu tenho curiosidade de ler Mentirosos.

      Excluir
  4. Já vi essa capa e diverso blog e nunca parei para saber do que se tratava, depois da sua resenha eu preciso ler! kk

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem? Poxa que pena que você achou a leitura arrastada. Não são todos os livros que funcionam com todo mundo e acho que como você ficaria perdidinha no meio dessas questões de arte e tudo mais. Os nomes não me atrapalhariam nem tanto já que estou acostumada haha Nossa de fato todos falam desse final que parece ser arrebatador. Estou curiosa e acho que irei arriscar. Ótima resenha!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Se aventura sim, o final como eu disse é realmente bom, mas o desenrolar da história que não funcionou pra mim.

      Excluir
  6. Oi, tudo bem?
    Que pena que você achou a leitura arrastada. É ruim quando isso acontece né? Prefiro aqueles livros que prendem a gente do começo ao fim e não dá vontade de parar de ler kkk.
    Já vi muitas resenhas positivas sobre esse livro, mas nenhuma delas me deixou com vontade de ler. Acho que faltou algo no enredo para despertar meu interesse.
    De qualquer forma, adorei sua resenha e a sinceridade com que você falou do livro, destacando o que gostou e o que não gostou. Parabéns!
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. EU também prefiro livros assim, tipo Harlan Coben. Obrigada pelo comentário!

      Excluir
  7. Uma pena que você não gostou. Apesar dos nomes difíceis, não tive esta dificuldade que você teve. O enredo me prendeu e o final me surpreendeu.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh que bom que você gostou, pra mim não funcionou muito bem. Mas é assim mesmo, livros são bons por isso, nem todos amam e nem todos odeiam <3

      Excluir
  8. Que livro lindo! Eu não conhecia esse livro e nem o autor, pena que você não gostou, vou procurar ler mais sobre ele para ver se me atrai. Bjs

    P.S.Adorei as fotos

    ResponderExcluir
  9. Yara, depois de ler a sua resenha me pergunto se meu namorado gostaria desse livro, pois ele é louco pelo Coben...
    Sei que pra mim, o livro não funcionaria, pois não curto o gênero.
    Que bom que pelo menos você leu o livro todo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mulher, então talvez ele goste ou não. kkkk Se ele ler, tu me conta, quero saber opinião de alguém que já lê o tio Harlan.

      Excluir
  10. Oiee
    Qdo eu vi q a editora ia lançar esse livro logo fui buscar a sinopse é já não me senti tentada a ler. A sua é a primeira resenha q leio e confesso q não me animou em nada em ler.
    O fato de ser uma leitura arrastada e com uma história q não te prende já me desanimou demais.
    Mas, como vc disse, opinião sua e por isso pode ter várias pessoas q discordam.
    Como já é um gênero q não leio muito, acredito q não farei essa leitura por agora.
    Bjo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Thais! Como eu disse, a maioria em peso, gostou demais dele.

      Excluir
  11. Migs.. não li o livro.. mas confesso que fiquei com vontade de ler. Porque sua resenha está ótima, tu colocou as suas críticas mas ao mesmo tempo deu a vontade ao leitor de ler :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Heyy que bom amiga *-* então, se tu ler ele fala comigo pelo amor kkkk

      Excluir
  12. Estou lendo esse livro e acho que foi o melhor lançamento da editora este ano, realmente, digno dos prêmios que ganhou

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Haha, que bom que você gostou, como eu disse, a maioria amou ele em peso, mas pra mim não foi tudo isso.

      Excluir
  13. Olá, ouvi bastante a respeito dessa obra, adorei sua resenha...que bom que você curtiu. Vou anotar a dica.

    Abraços

    ResponderExcluir