Resenha: O Sorriso da Hiena - Editora Record


O Sorriso da Hiena é um dos lançamentos da Editora Verus e é também o livro de estreia do autor brasileiro Gustavo Ávila.

E já afirmo a vocês que é exatamente isso que chamo de estreia, porque Gustavo não só arrasou na história como também arrasou meu coração com ela! E mesmo nesse momento de resenha tenho meu sentimentos e emoções divididos sobre essa leitura.
“ O que acontece de maneira maior nada mais é do que o que acontece de maneira menor repetidas vezes. ”

William é um psicólogo infantil respeitado, tem seu consultório e seus clientes, sua namorada, com quem mantém um relacionamento estável e saudável e bons amigos que mantém desde a faculdade de psicologia. Mas ao receber o e-mail de um estranho que se intitula David, sua vida acaba mudando, o estranho parece o conhecer bem, e lhe faz uma proposta duvidosa, ser conivente com crimes hediondos que podem enfim tirar suas teorias do papel e levar o trabalho do psicólogo a um novo nível.


“A máscara do assassino. A face que escondia a outra. Uma máscara de papel, algo frágil e tão violento”

Eu tenho sérios problemas com esse livro, meu lado leitora de thrillers o amou loucamente, mas meu lado aluna de psicologia quer questionar todas as teorias usadas na obra e é nesse dilema confuso que tento entrar num consenso sobre o livro, mas até meu lado chato sabe que o livro nada mais é do quem uma obra maravilhosa. Gustavo Ávila pega o leitor pela curiosidade e o prende do início ao fim numa história original, realista e completamente insana sobre a moralidade humana.


William é um personagem que amei e odiei, sua moral sendo levada ladeira a baixo pelo desejo de realizar sua pesquisa é um fato que compreendo, e mesmo apontando o dedo e dizendo que eu não faria é complicado quando não estamos no lugar do outro, quando não sabemos o peso daquilo, nada justifica certas atitudes do personagem mas é algo a ser pensado. David, é o anti-herói perfeito pra obra, não imaginaria menos do que ele, e é louco o quanto o personagem é surpreendente, como suas atitudes são exatamente o que podemos prever e imaginar mas não é algo que queremos ver acontecer. Arthur é o detetive da sinceridade, e em algumas cenas pequenas acaba sendo o alivio da intensidade que a obra traz, e acreditem você precisa desse alivio ao ler o livro.

“- Nós somos os únicos responsáveis pelas nossas interpretações.”

O livro tem muito dessa questão social brasileira, toda a ambientação da obra é feita dentro da realidade brasileira, incluindo as falhas que já são rotineiras pra nós. Eu gosto da forma como o autor trouxe um personagem com Asperger em um trabalho tão duro de forma tão eficiente e sem dar a ele um estereotipo negativo, todo o drama do livro é bem dosado e as reflexões e atitudes dos personagens são realistas, nada é muito fora das possibilidades ou inventivo demais. William é um psicólogo bem equilibrado quando se trata do seu trabalho, e eu adorei como sua forma profissional foi bem escrita e bem elaborada, assim o leitor compreende mais da sua forma humana e do seu amor ao trabalho. E se ao ler você sentir amor e ódio, se sinta bem porque é exatamente isso que senti, não consegui saber se amava ou odiava todo esse enredo cruel, a leitura é uma experiência incrível.

“Eu sei que é errado. Mas eu quero ”. Não é possível colocar esse sentimento como uma necessidade. E sim como um desejo. Uma opção que você escolhe. Influenciada por fatores externos. Em que a maldade é como uma montanha moldada pelas ações do ambiente ao seu redor. “


O Sorriso da Hiena é um livro de qualidade que deixa no leitor aquela reflexão básica de o que é ético, o que é moral? E entre esses dois questionamentos, onde está sua consciência?





Livro cedido em parceria com a editora e ela está ciente que só falamos opiniões sinceras e não somos influenciados só porque recebemos o livro. 
Seja bom ou ruim, nosso compromisso é com você leitor, que merece saber a verdade sobre o que sentimos lendo.

17 comentários

  1. Nossa sinhora! Quero pra ontem. Super me arrependo de não ter aproveitado para comprar na promo da submarino. Eu adoro essa vibe meio dark, meio psicopata! Rs

    A edição tá linda!!

    Beijos
    Literatura Estrangeira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma pena você não ter comprado porque a leitura é muitooo boa!

      Excluir
  2. Eita Jesus que resenha maravilhosa Paac, eu fiquei bastante interessada em ler esse livro menina, ainda mais sabendo que é nacional, o autor está fazendo bastante sucesso já e sei que seria uma oportunidade de conhecer, gosto do suspense e sei que o desfecho deve ser maravilhoso.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Merci morgs, quando puder leia, vale muito a pena.

      Excluir
  3. Menina! Que premissa é essa?!
    Eu amo Thriller psicológico e mesmo não tendo estudado psicologia, pesquiso muito sobre o assunto. Já anotei a dica e já vou vou procurar adquirir nem que seja digital ( se tiver)
    Posso te dar uma sugestão? Dibs: Em busca de si mesmo, Sibyl são dois livros dentro do tema psicologia, baseado em fatos reais. Acho que vc irá gostar!
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adquira mesmo e leia mesmo, indico porque olha, obra nacional de qualidade. E obrigada pelas indicações vou procurar o/

      Excluir
  4. Pergunta bem complicadinha esta sobre ética e moral... Adoro quando os livros são ambientados aqui, ainda mais por conter um anti-heroi no enredo. Estou muito interessada no livro e espero ler em breve
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Debates sobre ética e moral são sempre complicados, ainda mais com emoções tomando conta. Merci pelo comentário o/

      Excluir
  5. Cada vez que leio um post sobre esse livro, fico ainda mais curiosa para ler essa história.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois vá já ali no link e compre o teu porque vão continuar elogiando, já que a obra é incrível.

      Excluir
  6. Olá,
    Essa é a segunda resenha que leio sobre a obra e ambas foram muito positivas.
    A premissa é muito interessante e concordo com você que apontar o dedo e julgar é fácil, difícil é vivenciar a situação e saber como se sentiria com tudo.
    Fico muito feliz que a estréia do autor seja tão maravilhosa e estou intrigada para fazer a leitura.

    LEITURA DESCONTROLADA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato, se colocar no lugar hipoteticamente não é o mesmo que sentir na pele. Merci pelo comentário \o/

      Excluir
  7. Bom, como não sou estudante de psicologia, vou olhar pro lado do thriller que eu amo e conferir esse enredo original que tem conquistado muitos leitores.

    ResponderExcluir
  8. Li este livro ontem e estou ainda digerindo um pouco a história.
    Gostei bastante da proposta e dos personagens, que me convenceram de suas motivações, por mais estranhas e anti éticas que pudessem parecer.

    ResponderExcluir
  9. Acabei de comprar esse livro de tanto que ouvi falar dele.
    Adoro esse tipo de enredo e estou bem ansiosa pela leitura.
    Sua resenha me deixou ainda mais curiosa para iniciar a leitura!

    Beijos!

    #Ana
    https://literakaos.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  10. Não consigo descrever minha curiosidade em ler esse livro, cada vez que leio uma resenha fico mais curiosa sobre ele.
    Vou até esperar para fazer a leitura e acabar não me decepcionando por criar expectativas de mais.
    Amei, amei, amei a sua resenha e as Quotes.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Oie
    acho essa capa sensacional de lida e o enredo mega inteligente e diferente. Muito legal sua resenha, fiquei mega curiosa apesar de não ser meu gênero

    beijos
    http://www.prismaliterario.com.br/

    ResponderExcluir