Resenha | O Melhor Que Podíamos Fazer | Editora Nemo

by - quarta-feira, janeiro 03, 2018



O Melhor que Podíamos Fazer é um dos lançamentos da Editora Nemo, uma autobiografia do autor Thi Bui. Somos levados a conhecer memórias gráficas de uma vida difícil e emocionante que consegue fazer com que o leitor se emocione a cada página.


Thi Bui narrou toda sua trajetória desde seu nascimento, infância e sua vida adulta, essa graphic novel relata sobre a fuga da sua família após a queda do Vietnã do Sul em 1970, narrando o processo imigratório para outros países com todos os problemas e consequências que eles enfrentaram por serem refugiados. Má é casada com Bô e depois de 28 anos eles acabaram se separando, juntos tiveram 6 filhos Lan, Bich, Thi, Tâm, além de  Quyên e Tha'o que faleceram.



Eles não eram considerados uma família tão feliz assim, Bô não trabalhava e Má era quem sustentava sua família enquanto o marido ficava em casa para cuidar das crianças, porém, o que ele fazia mesmo era trair sua esposa com outras mulheres. Eles se mudam para os EUA afim de construir uma vida melhor, mas como os pais de Thi não tinha um bom relacionamento eles acabam repassando os problemas para os filhos e as crianças presenciam diversas brigas.


A história é narrada em várias versões: a vida dos avôs de Thi Bui, dos seus pais e de sua própria vida relatando que a família é desestruturada passando de gerações para gerações e em como foi dificil enfrentar a guerra do Vitnã, passando necessidades, sem moradia e quando eles conseguem imigrar para outro país sofrem preconceito e não conseguem um trabalho digno, embora tenha acontecido tudo isso a família deu a volta por cima e conseguir se reerguer, e hoje em dia só ficaram as lembranças desse passado que eles viveram.



Achei essa Graphic Novel incrível onde pude conhecer melhor sobre o Vietnã, mas a ordem cronológica ficou um pouco confusa Thi varia entre sua vida, relatos da vida de seus pais e avós, relatos históricos e narração de parentes e pessoas aleatórias, se você não prestar bastante atenção pode ficar bem perdido, mas fora isso vale muito a pena conhecer essa história incrível.

Já viu essas postagens?

23 comentários

  1. AAAAAaa que amorzinho de post! Fiquei curiosa, e os traços dessa HQ são tão bonitos

    ResponderExcluir
  2. Oi, tudo bom?
    Que HQ linda, adorei os traços dela e as cores, já quero! A história parece ser bem legal também, um tanto tocante, eu diria. Adorei sua resenha.
    Até mais o/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é mt triste e tocante mesmo vale a pena ler, bjss

      Excluir
  3. Em geral eu gosto desta mistura entre passado e presente, mas tem vezes que o autor dá uma complicada mesmo e tem que ficar atento para não se complicar. Gostei também de ser narrado por mais de uma pessoa.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu ate curto tbm mas tem q prestar mt atençao pra n se perder, mas amei

      Excluir
  4. Olá!! :)

    Eu confesso que nunca tinha ouvido falar deste livro mas ate que fiquei curioso com a historia!

    A tua resenha deu me alguma curiosidade para iniciar a leitura. Mas também não sou muito de ler Graphic Novels...

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. se algum dia tiver uma oportunidade leia pq garanto q vc ira gostar

      Excluir
  5. Oii
    Adorei saber que é uma autobiografia mas em forma de hq, já quero muito ler e saber mais sobre a vida dessa pessoa. Adorei tua resenha.
    Bjos, Bya! 💋

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. im eu achei mto legal, foi diferente pra mim ler uma hq assim

      Excluir
  6. Olá! Eu acho que nunca tinha visto uma autobiografia em graphic novel e achei super legal esse formato, é bem diferente. Eu que não curto o genero pegaria para ler. Beeijos
    https://mementomoriporkzmiro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Eu nunca tinha visto uma graphic novel assim, gostei muito! A história parece ser muito tocante, é um dos estilo que pretendo ler pra sair da minha zona de conforto :)
    Beijoo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sim é tocante demais, fiquei apaixonada

      Excluir
  8. Oiii!

    Mesmo com a ordem cronologica estranha, parece ser uma ótima leitura! Muito bacana esse tipo de leitura!
    Gostei muito da diagramação da obra!

    Beijinos,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sim é mto bvom mesmo, se algum dia vc tiver uma oportunidade leia sim

      Excluir
  9. Olá
    Eu até gosto desse tipo de narrativa entre passado e presente, mas o autor tem que dominar isso, pois se não se perde no proprio enredo e quando li que você ficou meio confusa já desanimei em fazer a leitura. Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ah q pena o livro é bom, mas eu realmente gostei bastante

      Excluir
  10. Bem interessante essa resenha mas não é meu tipo de leitura, deixarei passar a dica. Valeu.

    ResponderExcluir
  11. Não sou muito de autobiografia, nem mesmo no formato hq haha, mas achei o traço bem bonito! Que bom que apesar dessa confusão da narrativa vc curtiu.

    ResponderExcluir
  12. Oie
    Nossa, eu to muito louca para ler essa hq, olha essa capa e ilustrações, são muito lindas e queria muito poder ler hoje hsuahsa esta na minha lista de desejados e espero que seja uma leitura maravilhosa

    beijos
    http://www.prismaliterario.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Super amei conhecer um pouco do livro, parece ser mto bom a história em si.
    Ainda não conhecia, mas me encantei.
    https://blogdajenny2014.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir